Conheça o Prêmio

PRÊMIO NACIONAL DA BIODIVERSIDADE – 3° EDIÇÃO

Categorias

A Terceira edição do Prêmio Nacional da Biodiversidade contempla as seguintes categorias:
I – Sociedade Civil: destina-se a associações não-governamentais, sem fins lucrativos, como OSCIP, OS, Fundação, entre outros;
II – Empresas privadas: destina-se a empresas privadas;
III – Iniciativas Comunitárias: destina-se a povos e comunidades tradicionais e organizações sociais, tais como associações, agremiações, cooperativas, entre outros;
IV – Academia: destina-se a pesquisadores e instituições de pesquisa voltados à produção científica e tecnológica;
V – Órgãos e empresas públicos: destina-se a órgãos e entidades da Administração Pública direta e indireta e empresas públicas;
VI – Imprensa: destina-se a jornalistas e veículos de comunicação (jornais, revistas, rádios, TV e sítios jornalísticos), independentemente da forma como se apresentem (artigos, reportagens, série de reportagens, fotos, vídeos, criações gráficas)

Elegibilidade

São elegíveis iniciativas que promovam a melhoria do estado de conservação da biodiversidade brasileira, como: a manutenção ou a mudança para uma categoria de menor risco de extinção da espécie conforme critérios estabelecidos pelo MMA no âmbito do Programa Pró-Espécies (instituído pela Portaria MMA nº 43, de 31 de janeiro de 2014) ou evidências claras que indiquem a promoção de ao menos um dos seguintes critérios:
I – Redução do declínio ou aumento do tamanho da população;
II – Redução da fragmentação ou aumento da conectividade entre as subpopulações;
III – Ampliação da área de distribuição da espécie, mesmo que seja por identificação de novas áreas; ou
IV – Redução das ameaças às populações das espécies.

Na categoria “Imprensa” são elegíveis matérias/reportagens veiculadas no período de 24 meses da publicação do edital que divulgaram, influenciaram ou impulsionaram a realização de ações em prol da melhoria do estado de conservação da biodiversidade brasileira.

Avaliação

A avaliação de mérito das candidaturas será realizada por uma comissão composta por pessoas de ilibada reputação e notório saber em temas relacionados a área de conservação da biodiversidade e por um representante da Secretaria de Biodiversidade, que a presidirá, sem direito a voto. Serão selecionadas três candidaturas finalistas em cada uma das categorias e a indicação de um vencedor dentre os três finalistas de cada categoria.

Serão avaliados em cada candidatura os seguintes critérios: efetividade quanto ao estado de conservação da espécie, impactos ambiental e social e inovação. Para a categoria Imprensa será também avaliado o alcance da matéria/reportagem.

As iniciativas finalistas também concorrerão ao prêmio especial “Júri Popular”, cuja vencedora será eleita por meio de processo de votação eletrônica no sítio eletrônico do MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE.

Cerimônia de Premiação

A solenidade de premiação ocorrerá no dia 22 de maio de 2020, em evento comemorativo ao Dia Internacional da Biodiversidade, na cidade de Brasília – DF. Na solenidade de premiação serão anunciadas todas as iniciativas finalistas e as vencedoras de cada categoria e do prêmio especial “Júri Popular”, as quais serão agraciadas com troféu e certificado do PRÊMIO NACIONAL DA BIODIVERSIDADE.

Saiba Mais

Regulamento da Terceira Edição do Prêmio Nacional da Biodiversidade (Portaria MMA n° 235, de 23 de Junho de 2016)
Edital da Terceira Edição do Prêmio Nacional da Biodiversidade (Edital SBio/MMA n° 1 de 27 de junho de 2019.)
Edições anteriores